Um tratamento personalizado para o zumbido no ouvido, que consiste basicamente em fazer o paciente ouvir determinados sons por meio de fones, pode ser uma nova esperança para milhões de pessoas no mundo inteiro, segundo um estudo realizado na Alemanha.

tratamento alternativo para zumbido no ouvido

A terapia, pouco usual, foi criada para “resetar” (ou ligar e desligar) as células nervosas auditivas no cérebro e fazer com que elas deixem de falhar. Conhecida como Neuromodulação Acústica com Reset Coordenado (Neuromodulação Acústica CR, em inglês), a terapia reduziu os sintomas do zumbido em três quartos dos pacientes num ensaio clínico realizado na Alemanha. Disponível naquele país desde 2010, o tratamento também é oferecido desde o ano passado na Clínica do Zumbido, em Londres — ao preço salgado de four.500 libras.

Até agora incurável, o tratamento do zumbido costuma ter o objetivo de ajudar o paciente a ignorar o barulho incômodo e continuar levando sua vida normalmente. A nova terapia, portanto, constitui um avanço considerável neste cenário.

Os fones emitem uma série de tons afinados com a frequência característica do tipo de zumbido que aflige o paciente. A ideia é que isso perturbe os padrões rítmicos de zumbido criados pelas células nervosas auditivas.

O estudo alemão envolveu sixty three pacientes, que foram divididos em dois grupos: um recebeu tratamento genuíno e outro, placebo. Os pesquisadores pediram a todos eles que avaliassem a altura e o nível de perturbação causado pelo zumbido, e mediram suas ondas cerebrais.

No grupo de pacientes realmente tratados, uma melhora significativa foi percebida num prazo de 20 semanas, e persistiu por dez meses. Uma das formas de mensuração dos sintomas, chamada de Queryário do Zumbido, mostrou uma resposta positiva em 25% deles. As alterações cerebrais relativas ao zumbido também foram revertidas pela terapia.

Possíveis causas:

O zumbido tem diversas causas e por esse motivo é difícil apontar um único tratamento. O zumbido normalmente está associado a problemas auditivos mas existem centenas de fatores que podem causar esse incomodo, como:

Exposição prolongada a sons acima de 85 decibéis;

Inflamações no ouvido médio;

Envelhecimento;

Ferimentos na cabeça;

Diabetes;

Problemas da coluna cervical;

Doenças neurológicas;

Problemas na articulação temporomandibular (ATM);

Efeito colateral de medicamentos;

Excesso de cera no ouvido;

Tumores no cérebro ou que afetem o nervo auditivo;

Problemas de circulação;

Pressão alta;

E muitos outros.

O diagnóstico do zumbido no ouvido é feito através da observação interna dos ouvidos pelo otorrinolaringologista.

Além disso, pode ser necessário realizar exames de imagem como tomografia computadorizada ou ressonância magnética, sendo que este problema é mais freqüente em idosos, pacientes com problemas na circulação ou fumantes, porém pessoas de todas as idades podem sofrer de zumbido.

Tratamento alternativo para zumbido

Não existe cura conhecida para o zumbido, nenhum medicamento ou cirurgia para curar completamente, mas existem formas de aliviar, principalmente utilizando a terapia de sons. Recomenda-se que qualquer pessoa com zumbido deve consultar um médico especialista em ouvido, nariz e garganta (otorrinolaringologista) com experiência no tratamento de zumbido.

O zumbido é um som interno não auditivo. Mas os pacientes podem usar barulho serious e externo para neutralizar sua percepção e reação ao zumbido. O mascaramento do som pode cobrir o som do zumbido, enquanto as terapias mais avançadas podem proporcionar alívio mais robusto.

Embora não seja a solução mais utilizada para zumbido, a terapia de som é conhecida e aprovada pela American Tinnitus Affiliation (ATA)*. De acordo com a ATA, a terapia de som pode ajudar em:

Mascaramento: Significa expor o paciente a um ruído externo alto o suficiente para cobrir o som de seu zumbido;

Distração: usando som externo para desviar a atenção do paciente do som do zumbido;

Habituação: Para esconder o zumbido desagradável com um som externo, fazendo com que seja percebido sem importância e facilmente ignorado;

Neuromodulação: Significa usar sons especializados para minimizar a hiperatividade neural, que se acredita ser a causa do zumbido.

Você pode estar se perguntando porque mesmo os pesquisadores sabendo agora da verdadeira causa do zumbido, a cura ainda não é divulgada de forma ampla para o público em geral. Eu sei a resposta e eu achei quando estava tentando descobrir a cura para mim. E a resposta é simples, é que esta alternativa não gera lucros para as grandes empresas que vendem medicamentos, aparelhos auditivos e outros métodos afins.

Elas estão falando do Programa de Restauração Auditiva, que foi lançado recentemente que utiliza terapias de sons como uma nova alternativa para trazer um alívio para zumbido. O programa é todo completo, contendo o Book completo com as informações necessárias para aplicar todas as terapias de sons e mais 30 arquivos de áudios que fazem parte das 30 sessões do tratamento: A terapia de ruido branco, terapia de sons da natureza e a terapia de sons clássicos.

Assista esse Vídeo e Saiba mais: